>Seminário Territorial define Prioridades para a Região Estrada de Ferro

> PMO/SEAD

Aconteceu ontem, dia 11, no CENTAF/Ginásio Anchieta, em Silvânia, Seminário do CTDRS – Conselho Territorial de Desenvolvimento Rural Sustentável da Região Estrada de Ferro. O seminário teve como objetivo apresentar, discutir e aprovar propostas que se enquadrarão no Plano de Trabalho para o próximo exercício e que serão buscadas junto ao PRONAT, programa da Secretaria de Desenvolvimento Territorial/MDA que direcionam recursos para beneficiar o setor agrícola/ agrário, a partir de demanda levantada pelos municípios organizados em Territórios Rurais. As ações do território deverão ser abrangentes o suficiente para abranger o todo, não especificamente um município.
Para se organizarem em territórios, como critério, os municípios deverão possuir além da proximidade geográfica, características sociais, econômicas e culturais parecidas. O CTDRS – Estrada de Ferro é formado por 14 municípios da região: Urutaí, Pires do Rio, Palmelo, Santa Cruz de Goiás, Cristianópolis, Orizona, São Miguel do Passa Quatro, Vianópolis, Silvânia, Gameleira de Goiás, Leopoldo de Bulhões, Bonfinópolis, Caldazinha e Bela Vista de Goiás.
Durante o seminário de ontem, que iniciou às 9 horas da manhã e só encerrou no final da tarde, várias propostas foram apresentadas e discutidas. O município de Orizona, que foi representado pelo vice-prefeito, Antônio Baiano (PT), o Assessor Administrativo da Prefeitura, Carlos Eduardo Mesquita Pode, o vice-presidente da CREDFER, Carlos Divino Miranda Pacheco e pelo vereador Ronaldo Costa (PMDB), apresentou proposta para aquisição de um ônibus que beneficiará a estudantes da EFAORI em visitas de estudo e esta mesma foi enquadrada em quinta posição, por ordem de prioridades. Outra proposta apresentada por Orizona e que demandará maior quantidade de recursos foi a da implantação em nosso município de um Hospital de referência e excelência, que beneficiaria todos os quatorze municípios e seus aproximadamente 142 mil habitantes. A proposta teve a aprovação político-institucional do CTDRS e assim agregou forças políticas para buscar os recursos junto ao Ministério da Saúde, do Desenvolvimento Social ou a outros Ministérios.

É importante ressaltar que Orizona já recebeu importantes ações via CTDRS, como é o caso da sede administrativa da CREDFER, da Unidade de Beneficiamento de Mel, do Centro de Convivência da EFAORI, entre outras.

Saiba mais sobre Territórios Rurais entrando na página do MDA.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s