>Crise na saúde reflete 12 anos sem investimentos adequados

>

Atrasos nos pagamentos e a sobrecarga no sistema público de saúde estiveram entre os temas abordados durante reunião terça-feira (17) na sede do Conselho Regional de Medicina do Estado de Goiás (Cremego). Numa análise crítica da crise estadual, o candidato Iris Rezende (PMDB) afirmou que os problemas na área de saúde foram provocados por atos de irresponsabilidade dos últimos governantes de Goiás. Como exemplo, o candidato da coligação Goiás Rumo ao Futuro ao Palácio das Esmeraldas citou a não aplicação dos 12% da arrecadação estadual nos serviços de saúde do Estado. A quantia é determinada por lei.
“Esse ato delituoso foi denunciado pelo próprio secretário de saúde estadual que à época deixou o cargo porque não o Estado não injetava recursos na pasta. Ele mesmo explicou que no final do ano, fazia-se empenho para supostamente completar os 12% e conseguir aprovação das contas na Assembleia. Aprovadas, eles cancelavam o empenho no momento seguinte”, lembrou. A falta de investimento do Estado, segundo Iris, teve reflexo no serviço de saúde de Goiânia, já que sem condições de atendimento, moradores do interior o buscam na Capital. Hoje, 47% dos atendimentos feitos em Goiânia são para pacientes do interior do Estado.
“O Estado não pode levar com a barriga a saúde da população. Não se brinca com saúde do povo,” criticou. Para resolver o problema da Capital e facilitar o acesso ao serviço público de saúde, Iris defende a criação de hospitais regionais.
Em 2010, por exemplo, o Estado repassou aos municípios apenas 1 das 7 parcelas de contrapartida da saúde, acarretando dificuldades aos entes municipais. Segundo levantamento do deputado Luiz César Bueno (PT), nos últimos três mandatos, o governo jamais aplicou a fatia constitucional que deveria ser direcionada para a saúde.
“Foi pela intervenção do senhor que os goianos e as lideranças nacionais puderam apresentar os pleitos que foram acolhidos na Constituição”, afirmou Salomão Rodrigues Filho, presidente da Cremego. Além de médicos, prestigiaram o evento o Prefeito de Goiânia, Paulo Garcia, os candidatos ao Senado, Adib Elias, e à Assembleia, Francisco Júnior, Antonio Teles e Marcos Teles.
O presidente do sindicato dos Médicos do Estado de Goiás, Leonardo Reis, os secretários municipais de saúde de Goiânia, Paulo Rassi, e Aparecida, Rafael Nakamura, também estiveram na reunião. (Assessoria Cremego).

>Baixa umidade relativa do ar e riscos à saúde pública

>

A umidade do ar pode atingir valores abaixo dos 20% no período da tarde de hoje (19) em várias partes do Estado, segundo a tendência registrada pelo Sistema de Meteorologia e Hidrologia da Sectec. A temperatura aponta para dias um pouco mais frios, oscilando entre o menor valor na região Sul, 5ºC, e o maior, que pode chegar aos 35ºC no Norte goiano. Para a capital a previsão é de sol em toda a Região Metropolitana e a umidade também se mantém em baixa, a níveis que vão ficar em torno dos 20%, e fora do que é considerado aceitável pela Organização Mundial de Saúde. A temperatura mínima em Orizona ficou próxima dos 13ºC na madrugada e a máxima não deve passar dos 32ºC à tarde. (Agecom/ ClimaTempo).

>Profissionais do NASF recebem capacitação em Goiânia

>

Começou segunda (16) no Kananxuê Hotel e termina na sexta-feira, 20, a Oficina de Capacitação Básica para os profissionais do Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF). O evento reune cerca de 150 profissionais de saúde que trabalham nos núcleos localizados em 25 diferentes municípios goianos.
O evento, realizado pela Superintendência de Políticas de Ação Integral à Saúde (SPAIS) conta com a participação da consultora do Ministério da Saúde, Rosani Pagani. O NASF reúne profissionais de diversas áreas da saúde e tem por atribuição o apoio técnico às equipes do Programa Saúde da Família (PSF). O objetivo é complementar o trabalho na perspectiva da atenção primária em ações de promoção, prevenção, tratamento e reabilitação.
Em Goiás existem 31 municípios com cadastro no NASF. Nessa primeira Oficina vão participar 25 e em seguida será preparada outra programação para abranger os municípios cadastrados recentemente. Participam da primeira etapa: Porangatu, São Miguel do Araguaia, Iporá, Piranhas, Paraúna, Niquelândia, Rio Verde, Santa Helena, Jataí, Aparecida de Goiânia, Bela Vista, Edeia, Goianira, Inhumas, Nerópolis, Orizona, Trindade, Piracanjuba, Pontalina, Senador Canedo, Silvânia, Anápolis, Cocalzinho, Itaberaí e Morrinhos.
Por Orizona estão participando a coordenada da Equipe de Saúde da Família (ESF) Marilda das Dores Pereira, a psicóloga Nádia Frutuoso de Assis, a fisioterapeuta Fabiane Vaz Ribeiro e a terapeuta ocupacional Renata Mesquita Resende. (Agepel).

>"Minha maior alegria é poder apitar o Campeonato Brasileiro"

>

O sítio ApitoNacional é um portal temático que aborda a questão dos árbitros e da arbitragem no Brasil. Recentemente o portal entrou em contato com os árbitros aspirantes à Fifa e propôs uma lista de perguntas para retratar o seu perfil. O orizonense André Luiz de Freitas Castro foi quem mais prontamente respondeu as indagações.
André Luiz é árbitro da nova geração. Com a conquista do escudo de aspirante, a metade do caminho para chegar ao topo já foi percorrido, de agora em diante, somente grandes jogos, com grandes arbitragens e conduta exemplar os manterão no caminho do tão sonhado escudo Fifa. Para André Luiz de Castro uma única certeza, não desistirá jamais de seus sonhos.
André é filho do secretário de Finanças de Orizona, Luiz Antonio Castro e da Sra. Telma Freitas. Ele se vê como um homem trabalhador, honesto, dedicado no que faz e que não desiste nunca dos seus sonhos. Na Federação Goiana de Futebol, aderiu através de curso realizado em 2000. Na CBF, em 2004, após ter trabalhado em 2 campeonatos da série A local. No seu currículo de partidas inesquecíveis estão as 3 finais de campeonato Goiano (2007, 2008, 2010), e o primeiro jogo fora do estado de Goiás, que foi nas oitavas de finais da Copa do Brasil no jogo Cruzeiro (MG) 2×1 Portuguesa de Desporte (SP) no estádio do Mineirão em 2007.
Esse professor de Educação Física foi eleito por 5 anos consecutivos como o melhor árbitro do Estado de Goiás (2006, 2007, 2008, 2009 e 2010). André diz se espelhar muito no seu mestre Antônio Pereira da Silva, de quem aprendeu muito.
O ApitoNacional, aliás, está realizando um enquete para saber quem o leitor acha que deve ser indicado árbitro Fifa no lugar de Carlos Simon? A votação pode ser feita no final da página inicial, do lado direito. Até o momento, André Luiz está na frente na enquete. Acesse e vote você também.

>Empresa faz sondagem para a construção de rodovia

>

A Empresa Pró-Solo realiza está semana (segundo o jornalista Olívio Lemos) fazendo trabalho de sondagens na região. As perfurações são feitas para que o solo seja analisado, uma vez que existe um antigo projeto de construção de uma rodovia ligando Anápolis a Cristalina, passando por Ponte Funda e regiões da Santa Bárbara, Alegrete e outras.
Sondagens iguais as que acontecem em Vianópolis (foto) foram feitas também no Trevo de Leopoldo de Bulhões, Silvânia e na localidade de Ponte Funda. Essa rodovia cortaria o município de Orizona na altura da região da Lagoa, Posse, Cachoeira, Ponte de Pedra, entre outros.
A rodovia será construída pelo Governo Federal. No entanto, não se sabe quando. Em tem candidato a deputado estadual prometendo inclusive a construção dessa rodovia. O que um candidato novato à Assembleia Legislativa teria de influências para garantir a construção de uma rodovia federal? Depois vai começar a aparecer gente colhendo o que não plantou.

>A história e a história do Cine Radar de Orizona II

>

Postamos no dia 30 de julho (leia a postagem aqui) uma matéria sobre a existência em Orizona, na década de 1950, de um cinema de rua, conforme destaque do blog Cine Mafalda (veja aqui).
A matéria destaca a existência em Orizona do Cine Radar, um cinema que funcionou de 1956 a 1958 e foi criado pelo Sr. Artur Silva. O cinema estava localizado na Rua Capitão Alfredo Fleury s/n, Centro. Tinha 60 lugares e era realizada uma exibição por semana.
A Sra. Leide Borges, notável leitora de nosso blog e que tanto ama o município, comentou a matéria e apresentou novos e importantes detalhes sobre o Cine Radar: “Conheci esse cinema. Os filmes – dois rolos enormes – eram levados de Goiânia para Orizona nos finais de semana. Entre a projeção de um rolo e outro havia um intervalo que servia para a retirada do rolo já projetado e a colocação do outro, que chamávamos de “segunda parte”. As luzes eram acesas, e as pessoas comentavam as cenas que tinham acabado de ver.
O Sr. Artur Silva, dono do cinema, estava sempre lá “vigiando”, e, quando havia uma cena picante, ele, muito pudico, colocava a mão na frente do projetor para impedir que a víssemos.
Lá eu assisti “O Monstro da Lagoa Negra”, As Minas do Rei Salomão” e muitos “cowboys”. Era precário, mas guardo doces lembranças daquele cinema que nos alegrava com seus filmes, pelos quais esperávamos ansiosos todo final de semana. Muita saudade!”
Se você é leitor do Orizona em Foco e tem mais alguma informação sobre a existência desse cinema, compartilhe conosco, publicando um comentário no rodapé da matéria.

>Justiça Eleitoral barra time completo de candidatos em GO

>

No balanço dos julgamentos dos candidatos apontados pela Procuradoria Regional Eleitoral (PRE) como fichas-sujas, 11 foram barrados na disputa (leia no blog da Fabiana Pulcineli). Apenas dois foram considerados fichas-limpas. A decisão é do Tribunal Regional Eleitoral, cabendo recursos ao Tribunal Superior Eleitoral.
Barrados
Adib Elias (PMDB)
Betinha Tejota (PSB)
Bruno Kalil (PSC)
Chico Abreu (PR)
Dirceu Araújo (PR)
Fábio Tokarski (PC do B)
Jorge Carneiro (PT)
José Nelto (PMDB)
Malvina Silva (PP)
Magda Mofatto (PTB)
Marlúcio Pereira (PTB)
Registro sub judice
Isaura Lemos (PDT)
Registros concedidos
Batista Pereira (PR)
Pedro Wilson (PT)
Ainda não foi julgado
José Macedo (PR)